segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Rússia:Igreja Ortodoxa diz que o Apocalipse é iminente


Num discurso público na principal catedral de Moscou, o Patriarca Kirill disse que os sinais do Livro do Apocalipse agora são evidentes. Ele também pediu aos políticos e cidadãos comuns que se unam e parem do movimento em direção ao abismo.

"Todas as pessoas que amam a pátria devem estar juntas porque estamos entrando em um período crítico no decorrer da civilização humana. Isso já pode ser visto a olho nu. Você precisa ficar cego para não notar os momentos inspiradores da história que o apóstolo e evangelista João estava falando no Livro do Apocalipse ", afirmou o patriarca, segundo a Interfax. O Patriarca Kirill acrescentou, no entanto, que o tempo exato dos tempos finais depende das ações de todos. Ele pediu às pessoas que compreendessem sua responsabilidade em relação à Rússia e a toda a humanidade, e para parar "o movimento para o fim do abismo da história".

Ele enfatizou que muitos representantes da inteligência russa moderna estão repetindo os erros cometidos por seus predecessores, que lideraram o país nos ruinosos eventos revolucionários do início do século XX. "Hoje é a hora errada de balançar o barco das paixões humanas porque já existe muita influência negativa na vida espiritual das pessoas", disse Kirill. O Patriarca Kirill, de Moscou e a Rússia, completaram 71 na segunda-feira. Depois de ter uma missa na Catedral de Cristo Salvador do Moscovo, o Santo Sínodo apresentou o chefe da Igreja Ortodoxa Russa com uma cópia do headwear cerimonial usado pelo Patriarca Tikhon - o homem que foi eleito chefe da Igreja há 100 anos.

                                      Assista o vídeo:                                                                                                         
                 fonte:MercifulServant

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Vídeos curiosos sobre o sobrenatural


A maioria das pessoas acreditam no sobrenatural e muitas vezes ficam assustadas com o desconhecido.Há milhares de histórias e vídeos relatando essas experiências,o que deixam na dúvida se é verdadeiro ou falso.
Nos tempos de hoje com a tecnologia não é difícil encontrar fotos,vídeos que dizem ter registrados fenômenos paranormais.E exitem caçadores de fenômenos para desvendar os mistérios.Muitas pessoas de diversas partes do mundo relatam ter passado por alguma experiência,seja em casa,possessão,escolas,pubs,cemitérios,hospitais e até em lives.
 Assista alguns vídeos com histórias curiosas com o sobrenatural.

               Assista os vídeos:    

           
                          fonte:Jhonatas Skriven


                           
                 fonte:Jhonatas Skriven


                 fonte:Jhonatas Skriven

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

31 de Outubro Dia de Halloween


Dia das Bruxas (Halloween é o nome original na língua inglesa e pronuncia-se: Reino Unido /hæləʊˈiːn/ ; Estados Unidos/hæloʊˈiːn/ ) é uma celebração observada em vários países, principalmente no mundo anglófono, em 31 de outubro, véspera da festa cristã ocidental do Dia de Todos os Santos. Ela começa com a vigília de três dias do Allhallowtide, o tempo do ano litúrgico dedicado a lembrar os mortos, incluindo santos (hallows), mártires e todos os fiéis falecidos.
Acredita-se que muitas das tradições do Halloween originaram-se do antigo festival celta da colheita, o Samhain, e que esta festividade gaélica foi cristianizada pela Igreja primitiva. O Samhain e outras festas também podem ter tido raízes pagãs.Alguns, no entanto, apoiam a visão de que o Halloween começou independentemente do Samhain e tem raízes cristãs.
Entre as atividades de Halloween mais comuns, estão festas a fantasia, praticar "doce ou travessura", decorar a casa, fazer lanternas de abóbora, fogueiras, jogos de adivinhação, ir em atrações "assombradas", contar histórias assustadoras e assistir filmes de terror. Em muitas partes do mundo, as vigílias religiosas cristãs de Halloween, como frequentar os cultos da igreja e acender velas nos túmulos dos mortos, permanecem populares, embora em outros lugares é seja uma celebração mais comercial e secular. Alguns cristãos historicamente se abstém de carne no Dia das Bruxas.

Etimologia
O primeiro registro do termo "Halloween" é de cerca de 1745. É uma contração do termo escocês All Hallows' Eve, que significa véspera [do Dia de] Todos os Santos, data comemorativa do calendário cristão.[15] Embora existam várias teorias sobre a origem, a mais difundida aponta para o festival celta Samhain, celebrado na Irlanda, Escócia e Ilha de Man.


A origem do Halloween traz às tradições dos povos que habitaram a Gália e as ilhas da Grã-Bretanha entre os anos 600 a.C. e 800 d.C., embora com marcas das diferenças em relação às atuais abóboras ou da muita famosa frase "doces ou travessuras", exportada pelos Estados Unidos, que popularizaram a comemoração. Originalmente, o Halloween não tinha relação com bruxas. Era um festival do calendário celta da Irlanda, o festival de Samhain, celebrado entre 30 de outubro e 2 de novembro e marcava o fim do verão (samhain significa literalmente "fim do verão").
A celebração do Halloween tem duas origens que no transcurso da História foram se misturando:

Origem pagã

A origem pagã do "dia das bruxas" tem a ver com a celebração celta chamada Samhain, que tinha como objetivo dar culto aos mortos e à deusa YuuByeol (símbolo antigo da perfeição celta). A invasão das Ilhas Britânicas pelos Romanos (46 A.C.) acabou unindo a cultura latina com a celta, sendo que esta última acabou minguando com o tempo.
Em fins do século II, com a evangelização desses territórios, a religião dos Celtas, chamada druidismo, já tinha desaparecido na maioria das comunidades. Pouco sabemos sobre a religião dos druidas, pois não se escreveu nada sobre ela: tudo era transmitido oralmente de geração para geração. Sabe-se que as festividades do Samhan eram celebradas muito possivelmente entre os dias 5 e 7 de novembro (a meio caminho entre o equinócio de outono e o solstício de inverno, no hemisfério norte). Eram precedidas por uma série de festejos que duravam uma semana, e davam ao ano novo celta.
A "festa dos mortos" era uma das suas datas mais importantes, pois celebrava o que para os cristãos seriam "o céu e a terra" (conceitos que só chegaram com o cristianismo). Para os celtas, o lugar dos mortos era um lugar de felicidade perfeita, onde não haveria fome nem dor. As festas eram presididas pelos sacerdotes druidas, que atuavam como "médiuns" entre as pessoas e os seus antepassados. Dizia-se também que os espíritos dos mortos voltavam nessa data para visitar seus antigos lares e guiar os seus familiares rumo ao outro mundo.

Origem católica

Desde o século IV a Igreja da Síria consagrava um dia para festejar "Todos os Mártires". Três séculos mais tarde o Papa Bonifácio IV († 615) transformou um templo romano dedicado a todos os deuses (Panteão) num templo cristão e o dedicou a "Todos os Santos", a todos os que nos precederam na fé. A festa em honra de Todos os Santos, inicialmente era celebrada no dia 13 de maio, mas o Papa Gregório III († 741) mudou a data para 1 de novembro, que era o dia da dedicação da capela de Todos os Santos na Basílica de São Pedro, em Roma. Mais tarde, no ano de 840, o Papa Gregório IV ordenou que a festa de Todos os Santos fosse celebrada universalmente.
Como festa grande, esta também ganhou a sua celebração vespertina ou vigília, que prepara a festa no dia anterior (31 de outubro). Na tradução para o inglês, essa vigília era chamada All Hallow’s Eve (Vigília de Todos os Santos), passando depois pelas formas All Hallowed Eve e "All Hallow Een" até chegar à palavra atual "Halloween".

Se analisarmos o modo como o Halloween é celebrado hoje, veremos que pouco tem a ver com as suas origens: só restou uma alusão aos mortos, mas com um carácter completamente distinto do que tinha ao princípio. Além disso foi sendo pouco a pouco incorporada toda uma série de elementos estranhos tanto à festa de Finados como à de Todos os Santos.
Entre os elementos acrescidos, temos por exemplo o costume dos "disfarces", muito possivelmente nascido na França entre os séculos XIV e XV. Nessa época a Europa foi flagelada pela Peste Negra e a peste bubônica dizimou perto da metade da população do Continente, criando entre os católicos um grande temor e preocupação com a morte.
Multiplicaram se as Missas na festa dos Fiéis Defuntos e nasceram muitas representações artísticas que recordavam às pessoas a sua própria mortalidade, algumas dessas representações eram conhecidas como danças da morte ou danças macabras.
Alguns fiéis, dotados de um espírito mais burlesco, costumavam adornar na véspera da festa de finados as paredes dos cemitérios com imagens do diabo puxando uma fila de pessoas para a tumba: papas, reis, damas, cavaleiros, monges, camponeses, leprosos, etc. (afinal, a morte não respeita ninguém). Também eram feitas representações cênicas, com pessoas disfarçadas de personalidades famosas e personificando inclusive a morte, à qual todos deveriam chegar.
Na Idade Média, um costume do Dia de Finados era o souling (de "soul", alma), em que crianças iam pedindo pelas portas um bolo, o "bolo das almas", em troca do qual fazia uma oração pelos familiares falecidos de quem lhes dava o bolo[18]. Essa tradição poderá ter evoluído para a tradição de pedir um doce, sob ameaça de fazer uma travessura (trick or treat, "doce ou travessura"), que teve possivelmente origem na Inglaterra, no período da perseguição protestante contra os católicos (1500-1700).
Nesse período, os católicos ingleses foram privados dos seus direitos legais e não podiam exercer nenhum cargo público. Além disso, foram lhes infligidas multas, altos impostos e até mesmo a prisão. Celebrar a missa era passível da pena capital e centenas de sacerdotes foram martirizados. Produto dessa perseguição foi a tentativa de atentado contra o rei protestante Jorge I. O plano, conhecido como Gunpowder Plot ("Conspiração da pólvora"), era fazer explodir o Parlamento, matando o rei, e assim dar início a um levante dos católicos oprimidos. A trama foi descoberta em 5 de novembro de 1605, quando um católico converso chamado Guy Fawkes foi apanhado guardando pólvora na sua casa, tendo sido enforcado logo em seguida.
Em pouco tempo a data converteu se numa grande festa na Inglaterra (que perdura até hoje): muitos protestantes a celebravam usando máscaras e visitando as casas dos católicos para exigir deles cerveja e pastéis, dizendo-lhes: trick or treat (doce ou travessuras). Mais tarde, a comemoração do dia de Guy Fawkes chegou à América trazida pelos primeiros colonos, que a transferiram para o dia 31 de outubro, unindo a com a festa do Halloween, que havia sido introduzida no país pelos imigrantes irlandeses.
Vemos, portanto, que a atual festa do Halloween é produto da mescla de muitas tradições, trazidas pelos colonos no século XVIII para os Estados Unidos e ali integradas de modo peculiar na sua cultura. Muitas delas já foram esquecidas na Europa, onde hoje, por colonização cultural dos Estados Unidos, aparece o Halloween enquanto desaparecem as tradições locais.

Símbolos do Halloween, o “Dia das Bruxas”



Bruxas: são as principais simbologias dessa festa. As histórias contam que as bruxas participavam de festas realizadas pelo diabo, que normalmente eram realizadas em 30 de abril e 31 de outubro. Tal crença chegou aos Estados Unidos por seus colonizadores e a partir daí se espalhou por todo o mundo, tomando várias formas diferentes.

Abóboras e velas: as abóboras simbolizam fertilidade e sabedoria, enquanto as velas servem para iluminar o caminho dos espíritos. Conta a lenda que a prática de cortar a abóbora e colocar uma vela acesa dentro dela surgiu da estória de Jack, homem que gostava muito de beber e que se encontrou com o diabo no dia em que bebeu em demasia. Esperto, aprisionou o diabo em vários locais até o dia em que, de tanto beber, morreu. Sua entrada no céu foi negada e no inferno também, já que humilhava o diabo em vida. A partir daí a alma de Jack passou a perambular pelo mundo. As abóboras iluminadas então passaram a ser utilizadas por Jack para fugir da escuridão e iluminar seu caminho.


Os morcegos simbolizam a visão que ultrapassa as aparências e consegue ver o íntimo das pessoas
Travessuras ou gostosuras: é uma brincadeira existente desde o século IX. Neste período as pessoas faziam os “bolos das almas” com massa simples e cobertura de groselha para entregar às crianças que, devidamente fantasiadas, batiam de porta em porta para pedir os bolos. Em troca de cada pedaço de bolo, a criança se comprometia a rezar pela alma de um parente de quem lhe ofereceu.

Vassoura: é um símbolo do poder feminino em limpar tudo aquilo que traz consequências negativas para a vida, como eletricidade e pensamentos negativos,etc.


Morcego: simboliza a visão que ultrapassa as aparências e consegue ver o íntimo das pessoas.

Curiosidades sobre o “Jack-o’-lantern” ou em português “Jack da Lanterna”


Abóbora usada como lanternas na noite do halloween
As pessoas vêm fazendo as abóboras iluminadas no Halloween por séculos. A prática surgiu a partir de um mito irlandês acerca de um homem apelidado de “Jack Miserável”.

Segundo a história, Jack Miserável convidou o Diabo para tomar uma bebida com ele. Fiel ao seu nome, Jack Miserável não queria pagar a sua bebida, então, convenceu o Demônio a se transformar em uma moeda que Jack usaria para pagar as bebidas. Depois, o Diabo fez isso, Jack decidiu pegar o dinheiro e colocá-la em seu bolso ao lado de uma cruz de prata, o que impediu o Diabo de mudar de volta em sua forma original.

Jack solta o Diabo, sob a condição de que ele não incomodaria Jack durante um ano e que, se Jack morresse, ele não pediria a sua alma. No ano seguinte, Jack enganou de novo fazendo o Diabo subir em uma árvore para pegar um pedaço de fruta. Enquanto ele estava em cima da árvore, Jack esculpiu um sinal da cruz na casca da árvore para que o diabo não pudesse descer, até que o Diabo prometeu Jack para não incomodá-lo por mais dez anos.


Jack da Lanterna na noite do halloween
Pouco depois, Jack morreu. Como diz a lenda, Deus não permitiria que uma figura tão repugnante fosse ao céu. O Diabo, chateado com o truque de Jack tinha e para manter sua palavra de não reclamar a sua alma, não permitiu que Jack fosse para o inferno.

Ele enviou Jack para a noite escura, com apenas uma queima de carvão para iluminar seu caminho. Jack colocou o carvão em um nabo esculpido e tem vagueado pela Terra com desde então. Os irlandeses começaram a se referir a essa figura fantasmagórica como “Jack da Lanterna”, e depois, simplesmente “Jack O’ Lantern”.

Na Irlanda e na Escócia, as pessoas começaram a fazer suas próprias versões de Jack O’Lantern, esculpindo rostos assustadores em nabos e batatas e colocando-os em janelas ou portas de perto para afugentar Jack Miserável e outros espíritos errantes do mal. Na Inglaterra, beterrabas grandes são usadas.

Os imigrantes destes países trouxeram a tradição Jack O’Lantern com eles quando vieram para os Estados Unidos. Eles logo descobriram que as abóboras, uma fruta nativa da América, era ótima para fazer as lanternas e a festa espalhou-se pelo mundo.

Banhos especiais para o Halloween, o “Dia das Bruxas”

banhos de atração amorosa e limpeza espiritual
Banhos especiais para a noite do Halloween

Os banhos mais indicados na noites de 31 de outubro são os banhos de limpeza e atração.

                                                        Assista os vídeos: 


   
                   fonte:Pedro P. Pires

                 fonte:Franklin Barros

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Brasileiro diz ter uma visão sobre o atentado a tiros em Las Vegas (EUA)


O ataque a tiros ocorrido em Las Vegas, nos Estados Unidos, nessa segunda-feira (2), se transformou em um dos assuntos mais comentados em todo o mundo. Ao todo, mais de 50 pessoas morreram e outras 500 ficaram feridas. E o atentado já é o mais registrado na história do país. Como se o fato não fosse, por si só, surpreendente, um jovem brasileiro diz ter previsto todo o acontecimento.

Eric Satine se identifica como “bruxo, tarólogo e leitor de auras”. O garoto postou em julho deste ano em um grupo do Facebook que era para as pessoas evitarem os EUA entre os dias 2 e 5 de outubro. Veja na publicação:


 Eric Satine fez a publicação no dia 27 de julho de 2017                   
(Reprodução/ Facebook)

E para a surpresa dos demais integrantes do grupo, as previsões supostamente feitas no dia 27 de julho de 2017 se concretizaram. Foi então que muitas pessoas perguntaram ao jovem o por quê dele não ter avisado às autoridades sobre o ataque, para que inúmeras mortes pudessem ser evitadas.

Como resposta, o jovem fez um outra publicação, mas dessa vez em seu perfil pessoal. Ele esclareceu que avisou a embaixada norte-americana no Brasil, mas que nunca teve resposta sobre o e-mail encaminhado.


Em uma outra postagem, ainda afirma que teve medo de avisar sobre a previsão. “Fiquei com muito medo deles pensarem que sou um agente do estado islâmico e estava avisando, sei lá, apenas fiquei com medo”. Veja o post em que o jovem se explica sobre o alerta: 

Novo atentado

Além do alerta sobre o ocorrido no dia 2 de outubro, no mesmo e-mail enviado à embaixada norte-americana, o jovem ainda fez uma segunda previsão para o próximo dia 5. Segundo ele, uma bomba pode ser explodida em Nova York. O rapaz pede às autoridades que a segurança local seja reforçada e que a mensagem dele seja mantida em sigilo.







sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Assustador!!Carta do século 17 escrita pelo Diabo através de uma freira possuída


REVELADO: carta do século 17 escrita por freira "possuída pelo demônio" finalmente traduzida
Uma carta SINISTRA escrita há cerca de 340 anos atrás por uma freira "possuída" foi traduzida pela primeira vez.

HORROR: Este texto foi escrito por uma freira "possuída por um demônio"
A italiana Maria Crocifissa della Concezione escreveu a mensagem em 1676 - afirmando que o diabo a controlou.
Cientistas do Ludum Science Center em Catania, na Sicília, finalmente descodificaram a mensagem.
E seus conteúdos são assustadores, descrevendo Deus, Jesus e o Espírito Santo como "pesos mortos".
Maria entrou no convento beneditino em Palma di Montechiaro na tenra idade de 15 anos.


                                  REVELADO: os cientistas finalmente descifraram este código

Uma manhã, ela acordou e descobriu a misteriosa carta que havia escrito.

Ela afirmou ter sido possuída pelo diabo e foi obrigada a escrever.

As freiras acreditavam nela e exibiam a carta no convento, esperando que alguém pudesse entender seu código.

Mas estava sem explicação - até agora.

Usando o software de quebra de código encontrado na Dep web a equipe confirmou sua mensagem diabólica.

Uma frase diz: "Deus pensa que pode libertar mortais".


                        Os acontecimentos estranhos aconteceram neste convento na Itália

Outro diz que Deus foi inventado pelo homem e que "esse sistema não funciona para ninguém".

Continua a dizer: "Talvez agora, Styx tem certeza".

Acredita-se que faça referência ao rio Styx que separa a Terra e o Submundo na mitologia grega e romana.

Daniele Abata, diretora do centro, disse ao International Business Times: "Nós ouvimos sobre o software, que acreditamos que é usado pelos serviços de inteligência para quebra código criptografado.

"Preparamos o software com o grego antigo, o árabe, o alfabeto rúnico e o latim para desembaralhar algumas das cartas e mostrar que é realmente diabólico".

Os cientistas dizem que a carta não é inteiramente consistente ou compreensível.

Isso sustenta a teoria de que Maria sofreu de esquizofrenia ou transtorno bipolar.

                                                               Assista o vídeo:  

                 fonte:Canal Renan

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Estranha imagem capturada por câmera de segurança de família


CLOVIS, NM (KRQE) -  Foi uma visão assustadora e incomum.

Um jantar em família na cidade de Clóvis foi interrompido na noite de terça-feira por um inesperado convidado - um que eles pensam não ser deste Mundo.


Clovis é uma cidade localizada no Estado americano da Califórnia, no Condado de Fresno. Foi incorporada em 27 de fevereiro de 1912. Wikipédia

"Assim que eu vi, meus cabelos se levantaram ... Nunca vi nada assim antes", disse Breanna Hernandez.

A família Hernandez viu algo que não pode explicar capturado pelas câmeras de segurança doméstica em Clovis.

"Meu marido passou a olhar bem quando a imagem surgiu", disse Hernandez.

Hernandez afirma que não viu a imagem originalmente.

"Meu marido diz que parecia uma pessoa? E então nós fomos olhar não, não, não, isso não poderia ter sido, e nós corremos ", disse ela.

Eles viram a imagem durante o jantar na terça-feira à noite. Parece uma pessoa, uma outra forma mundana.

Sua explicação? É um fantasma.

"Este é definitivamente mais brilhante. Você pode vê-lo 100 por cento e você pode ver o movimento de braços e pernas indo com o corpo quando ele passa ", disse Hernandez.

Eles dizem que sua casa tem uma história. Antes de se mudar, Hernandez falou com um homem que conhecia bem a propriedade.

"Ele disse que há vários anos, seu tio tinha uma casa nesse lote e seu tio faleceu", disse ela.

Eles afirmam que a casa ficou vaga antes de ser demolida para construir os novos duplex.

Hernandez diz que seu marido estava preocupado com os fantasmas em uma casa nova.

                                          Assista o vídeo:

                 fonte:KRQE

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Portões do Inferno?O assombrado castelo de Houska


O Castelo Houska está localizado perto de Blatce, na República Tcheca. A antiga estrutura remonta ao século 13 e tem uma história muito estranha, para dizer o mínimo. O castelo fica em um lugar peculiar, com muitas pessoas se perguntando por que um castelo jamais foi construído lá. No entanto, uma lenda anexada a esta estrutura antiga pode responder a essa pergunta.

Antes de ser construído, o lugar onde Houska se senta foi o foco de atenção para muitos. Dizem-se que havia um grande buraco, onde o castelo está hoje em dia. Esse buraco era tão profundo que a maioria acreditava que era um poço literal sem fundo. Coisas estranhas aconteceram em torno deste buraco misterioso, com aldeões vizinhos relatando criaturas de asas negras que voavam perto dela e meio seres humanos e meio animais rastejando dela. Não demorou muito para que as pessoas começassem a acreditar que o poço era um portão para o próprio inferno. Acredita-se que o Castelo Houska foi intencionalmente construído sobre este poço, na tentativa de selar este portão e conter o mal dentro.


Antes da construção, os locais estavam muito assustados para serem abaixados no poço sem fundo. No entanto, não demorou muito para encontrar uma solução. Os homens presos que foram executados para serem executados receberam um perdão da morte, se eles se permitissem ser abaixados no buraco e denunciassem suas descobertas. Simples o suficiente. Parecia uma maneira fácil de punir alguns prisioneiros. Infelizmente, depois que o primeiro prisioneiro foi abaixado, este teste chegou ao fim.

Depois de ter sido abaixado no fundo do poço, o prisioneiro começou a gritar incontrolavelmente e implorou para ser puxado para trás. Depois de ter sido puxado para cima, o cabelo do prisioneiro supostamente ficou branco e ele parece ter envelhecido muitos anos, durante os poucos momentos passados ​​dentro do buraco. O prisioneiro estava tão perturbado pelo que experimentou que ficou louco. Aqueles poucos momentos no buraco pareciam ter reclamado sua mente. Ele estava comprometido com uma instituição mental e morreu por causas desconhecidas dois dias depois.

Mais contos de experimentação vieram mais tarde, quando o castelo foi rumorado para ser usado por nazistas para vários experimentos. Alguns até reivindicam aquele se os experimentos envolvidos gateways para outras dimensões. Pode parecer muito buscado, mas se você quisesse realizar tais experimentos, que lugar melhor do que no topo dos portões do inferno? Três corpos de soldados nazistas foram eventualmente descobertos em Houska. Sua causa de morte é desconhecida. Eles poderiam ter sido vítimas dessas experiências estranhas?

Relatos de experiências paranormais e encontros com o mal existiram enquanto o próprio castelo. A maioria das experiências envolve avistamentos de demônios com asas negras, que são vistos voando dentro do antigo castelo. Outros relataram uma mulher de cabelo loiro muito menos ameaçadora, que percorre os corredores escuros do castelo. A capela dentro do castelo de Houska está diretamente no topo do poço, que gerou a construção em primeiro lugar. Muitas pessoas ouviram gritos e gemidos de resfriamento ósseo provenientes do piso da capela. Outros ouviram o que só pode ser descrito como o baque de um corpo humano atingindo o chão.

Uma das experiências mais interessantes é a da cadeia humana. Não é apenas uma, mas muitas pessoas afirmam ter assistido a centenas de pessoas encadeadas, com cachorros negros grunhindo e mordendo as pernas. Uma imagem muito perturbadora para dizer o mínimo.

O Castelo Houska também serve como uma barreira entre dois mundos? É realmente uma porta de entrada para o inferno? Com base nas experiências de tantos séculos e nas histórias de horror que foram ditas há gerações, definitivamente há algo escuro e inexplicado na Houska. O que exatamente pode estar causando essas experiências infernais pode nunca ser conhecido. Quanto a mim ... Espero que essas paredes do castelo permaneçam fortes para que possamos nunca descobrir.

                                                              Assista o vídeo:
    
                 fonte:Paranormal Junkie